IDT completa 22 anos de atuação no Ceará em políticas públicas ligadas ao trabalho
03/07/2020

Com a missão de “viabilizar soluções inovadoras e sustentáveis para o desenvolvimento do trabalho e do empreendedorismo, visando a inclusão social”, o Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT) completa seus 22 anos de atuação no Ceará. A organização social é uma das mais antigas que prestam serviço ao Governo do Estado, atualmente, por meio de um contrato de gestão junto à Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet).

Durante os 22 anos, o IDT teve grandes conquistas. O Instituto é responsável pela execução das atividades do programa Sistema Nacional de Emprego (SINE) e outras ações voltadas ao desenvolvimento profissional e social, com geração de ocupação e renda.

Dentre os serviços prestados, realiza o cadastro de trabalhadores em busca de emprego; a orientação para o mercado de trabalho; o recrutamento, seleção e intermediação de profissionais para o mercado de trabalho; a habilitação de trabalhadores no seguro-desemprego; a orientação para inserção de profissionais com deficiência; a intermediação de trabalhadores autônomos; e a elaboração de estudos e pesquisas na área do trabalho e do desenvolvimento social.

“Neste dia de aniversário quero deixar os parabéns a todos os profissionais do IDT que, com bastante competência, prestam serviços a tantos cearenses. Deixo também meus agradecimentos por ter trabalhado em mudanças profundas na instituição, na materialização de políticas que possam realmente trazer conforto e gerar oportunidades para os trabalhadores cearenses”, ressaltou o titular da Sedet, Maia Junior.

“Completamos mais um ciclo de muitas conquistas, resultado do trabalho árduo de um conjunto de profissionais, que fazem do IDT esta instituição forte e valorosa. Nesse momento, também temos muito a agradecer aos nossos parceiros, em especial à Sedet, que tanto nos incentiva na construção de novas estratégias para a inclusão do trabalhador cearense”, afirmou o presidente do IDT, Gilvan Mendes.