Egressos do sistema prisional participam de palestras do Sine/IDT de qualificação e postura profissional
18/09/2020

A busca por uma nova oportunidade e mudança de vida é o que Secretaria da Administração Penitenciária, através da Coordenadoria de Inclusão Social do Preso e do Egresso (Cispe), promove a milhares de egressos do sistema penitenciário do Ceará.

Em parceria com a Secretaria do Desenvolvimento Econômico e do Trabalho (SEDET) e o Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), a SAP promove uma série de cadastramentos e palestras com o objetivo de preparar o egresso para ingressar no mercado de trabalho. Qualificação, postura e foco são algumas das dicas passadas pelos profissionais do SINE/IDT.

A motivação também é um dos momentos importantes do papo das psicólogas com quem busca essa ressocialização através do emprego. “O discurso tem que ser motivador nesse sentido. Percebemos que uma das habilidades e competências que o mercado mais exige de qualquer profissional é competência técnica. Mas sabemos que os egressos muitas vezes não tem toda a qualificação exigida, então temos que também promover essa motivação de buscar a qualificação e assim conseguir ingressar no mercado”, relata a psicóloga Cristiane Santos.

Mostrar os caminhos do mercado de trabalho e incentivá-los no foco que desejam foram outros pontos abordados pela psicóloga Rosaliane Macedo. “É importante que vocês conheçam o mercado de trabalho, as profissões que se identificam e através disso ir em busca das vagas em aberto”, explica.

Um dos beneficados com o projeto é João Benício que tem experiência como pedreiro e pintor. “Já fiz trabalhos de capinagem, pedreiro e também de pintor. Agora estou atualizando meu cadastro aqui no Sine e tenho certeza que vou conseguir uma recolocação no mercado de trabalho, pois também me qualifiquei com cursos promovidos pela Cispe, e acredito que estou pronto”, detalha.

A Coordenadora da Cispe, Cristiane Gadelha, agradece a parceria e importância de empresas contratarem egressos para o quadro de funcionários. “É fundamental essa parceria com a SEDET e o IDT para que preparem essas pessoas para o mercado. Nós sabemos que ainda existe a resistência de algumas empresas em contratar egressos. Por isso nós buscamos empresas sensíveis que possam contratar esses egressos. As pessoas precisam de oportunidade. Oportunidades que foram dadas na própria SAP, que tem mais de 200 pessoas contratadas. E o mais positivo de tudo é que o índice de reincidência é baixíssimo, uma demonstração que as pessoas buscam esse recomeço”, conclui.

*Por Secretaria de Administração Previdenciária - SAP